THE ALBINO’S TREES ( Masakazu Kaneko)

(Japão) Yuku  é um caçador que trabalha para programas de controlo de danos causados em animais nas montanhas do centro do Japão. Tendo em vista o pagamento das despesas médicas para o tratamento da doença da sua mãe, ele aceita um contrato lucrativo para matar um veado branco raro que vive na floresta perto de uma vila longínqua, e cuja presença destrói o turismo da região, ou pelo menos esta é a opinião dos burocratas que  vivem na cidade vizinha. No entanto, quando se aventura pela vila, descobre que o animal é venerado como um deus pela comunidade local, a qual vive num estado de semi-isolamento do resto da sociedade.  Enquanto avalia a sua responsabilidade ética em levar  a cabo tal tarefa, aproxima-se dos habitantes da vila, enfrentando as suas emoções contraditórios no que respeita à manutenção das suas vidas como “outsiders”.

(Japan) Yuku is a hunter who works for animal damage control programmes in the mountains of central Japan. In order to afford the medical bills for the treatment of his mother’s illness, he accepts a lucrative contract to kill a rare, white deer that lives in the forest by a remote village, and whose presence is thought to undermine tourism in the region by the neighbouring town’s bureaucrats. As he ventures into the village, however, he discovers that the animal is venerated as a god by the local community, which lives in a state of semi-isolation from the rest of society. While assessing his ethical responsibilities in undertaking such a task, he gets closer to inhabitants of the village, facing their conflicting emotions as to whether they should keep living as “outsiders”.

Comments are closed.

Facebook button