FFA em destaque no Público

O Figueira Film Art foi notícia na secção de cultura do P3, uma das plataformas online do jornal Público. Conheça o que foi publicado.

http://p3.publico.pt/cultura/filmes/13269/festival-de-cinema-figueira-film-art-tera-118-filmes-concurso

“A primeira edição do festival de cinema Figueira Film Art, que decorre de 8 a 14 de Setembro, na Figueira da Foz, terá 118 filmes a concurso, provenientes de oito países, anunciou a organização.

Numa nota de imprensa, a organização do certame destaca “a grande adesão dos realizadores e produtores inscritos”, sublinhando que se trata da primeira edição do evento, 12 anos depois de o Festival Internacional de Cinema da Figueira da Foz se ter realizado pela última vez.

Os 118 filmes, associados às categorias de longa-metragem, curta-metragem documental, ficcional e vídeo, as quatro a concurso, foram seleccionados de entre todas as obras inscritas, não é indicado o número de inscrições.

Os promotores do Figueira Film Art afirmam ainda que o programa definitivo do festival será divulgado “durante o mês de Agosto”.

No entanto, de acordo com a informação divulgada, a 10 de Setembro decorrerá um colóquio integrado no programa do festival sobre Restauro e Património, onde será exibido um filme restaurado pela Cinemateca Portuguesa sobre a Figueira da Foz “em antestreia absoluta”. Dois dias mais tarde, a 12 de Setembro, o Figueira Film Art homenageia Aristides de Sousa Mendes, com a presença de familiares do cônsul português e do realizador e do produtor do filme “Aristides de Sousa Mendes – O Cônsul de Bordéus” (na imagem ao lado), que será exibido como filme convidado no mesmo dia.

Em Abril, aquando da apresentação pública do certame, promovido por uma associação sem fins lucrativos, os promotores indicaram que o festival pretende centrar-se no cinema independente “e com uma aposta projectada a filmes e cineastas a convite, sem descurar a possibilidade de exibição de algumas antestreias”.

Na mesma altura, Luís Albuquerque, director-geral do Figueira Film Art, anunciou a intenção de ter um tema em cada noite do festival: “Iremos dar devido destaque à importância do cinema documental/ambiental, independente, à contemporaneidade do cinema figueirense e, claro, uma leve intromissão pelo Festival Internacional de Cinema da Figueira da Foz, entre outros”, explicou.

As exibições de filmes estão previstas para sete salas: os dois auditórios do Centro de Artes e Espectáculos, o Museu Municipal Santos Rocha, o Núcleo Museológico do Sal, dois bares e uma associação cultural da cidade.

De acordo com Luís Albuquerque, a primeira edição do festival visa “não só levar as pessoas ao cinema, mas também levar o cinema às pessoas”, estando igualmente previstas exibições em colectividades de algumas das 14 freguesias do concelho da Figueira da Foz.”

Comments are closed.

Facebook button